Resenha: A lista negra por Jennifer Brown

A lista negra
Editora: Gutenberg
Páginas:271
Nota:5/5
Sinopse: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.


Admito que falar desse livro incrível e que mexeu tanto comigo não sera nada fácil!

A lista negra, conta a historia de Valerie e de seu namorado Nick, que estão no segundo ano do Ensino Médio e que sofriam muito bulling.




Valerie e Nick eram alvos de valentões e de lideres de torcida ignorantes e totalmente preconceituosos. Todo dia era uma luta para esse casal, pois enfrentar o "bulling" não era nada agradável.

Todos os dias Valerie ia de ônibus para escola, pois preferia enfrentar os "babacas do ônibus" do que ir de carro com sua mãe que não parava de reclamar e falar mal de seu jeito de vestir e de sua maquiagem. Mas no dia 2 de Maio, ele preferiria ter ido de carro, pois uma de suas opressoras quebrou o MP3 dela, e com certeza ela teria ou pelo menos acha que teria, evitado uma grande tragedia.

Valerie não suportava mais aquele preconceito que sofria e arrumou um jeito um pouco peculiar de se ajudar e de ajudar o seu namorado. UMA LISTA NEGRA. Para ela era uma maneira de se livrar daquelas pessoas e seus jeitos completamente babaca, mas para Nick não... Para Nick aquilo se tornou serio e tudo oque ele precisava era de coragem e de uma arma para poder acabar com tudo!



2 de Maio, Valerie desse do ônibus furiosa e encontra Nick e conta que Christy quebrou o seu MP3 por nada! Era isso que bastava, Nick estava pronto,era hoje! 2 de Maio, o meu dia... Diz Nick

Valerie como toda manhã esperava Nick na cantina para poderem comerem juntos. Ele entra na cantina não para comer, mas para matar ou pelo menos tentar matar todos aqueles da lista.

Não irei falar mais da historia pois acredito que o restante mesmo estando na sinopse deve ser descobrido com a leitura desse livro incrível.


Acredito que esse livro deve ser uma leitura obrigatória para todos, não só pelo tema central que é o bulling, mas também pela forma que os personagens foram construídos. Nunca li um livro que falava tão abertamente sobre tantos temas como as discussões em casa, separação dos pais, bulling, suicídio, violência, traição entre outros. 

A Lista Negra me prendeu porque ele não estava ali para mostrar que não deve praticar o bulling, mas para mostrar as consequências, para mostrar o quanto uma "piadinha" pode abalar o psicológico do outro, esse livro me fez refletir sobre até onde é só uma "brincadeirinha" Até onde vai seu direito? Até onde é somente uma brincadeira?



Eu recomendo a TODOS esse livro, pois ele é incrível... Ele me fez pensar tanto sobre vários temas que acho que todas as pessoas necessitam de ler esse livro! Leiam gente, ele vai te fazer pensar, ele vai fazer você entrar na cabeça dos personagens!


Nenhum comentário

Postar um comentário