5 Motivos Para Ler O Verão em Que Tudo Mudou + SORTEIO



Faz algum tempinho que li O Verão Em Que Tudo Mudou, e após o livro, quem mudou foi eu. Foi uma ótima leitura, que propiciou ótimos momentos e ainda pude conhecer mais duas autoras, a Thais Wandrofski e a Gabriela Freitas. Como eu tive uma ótima experiência com o livro, preferi listar 5 motivos para vocês lerem, ao invés de fazer uma resenha.


Resenha: A Voz do Arqueiro por Mia Sheridan



A Voz do Arqueiro
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Nota: 5/5
Ano: 2015  |  Skoob

Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.
Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Resenha: A Química Que Há Entre Nós por Krystal Sutherland

foto de Bela Psicose 


A Química Que Há Entre Nós
Editora: Globo Alt
Páginas: 272
Nota: 5/5
Ano: 2017  |  Skoob


sinopse: Grace Town é esquisita. E não é apenas por suas roupas masculinas, seu desleixo e a bengala que usa para andar. Ela também age de modo estranho: não quer se enturmar com ninguém e faz perguntas nada comuns.
Mas, por algum motivo inexplicável, Henry Page gosta muito dela. E cada vez mais ele quer estar por perto e viver esse sentimento que não sabe definir. Só que quanto mais próximos eles ficam, mais os segredos de Grace parecem obscuros. 
Mesmo que pareça um romance fadado ao fracasso, Henry insiste em mergulhar nesse universo misterioso, do qual nunca poderia sair o mesmo. Com o tempo, fica claro para ele que o amor é uma grande confusão, mas uma confusão que ele quer desesperadamente viver.

Resenha: Our Fall por Amanda Maia




Our Fall
Editora: Infinito Editorial 
Páginas: 430
Nota: 5/5
Ano: 2016  |  Skoob  |  

Sinopse: "Quando me encontrei, eu já estava quebrada o suficiente para não conseguir levantar. James me mostrou o mundo e mudou completamente minhas instâncias, eu confiava nele o bastante para acreditar que havia reciprocidade em seu sentimento, mas na verdade, ele me arrastava para a mais intensa catástrofe.” QUINN.
No desconcertante destino Quinn se vê na vida de James Ridley, seu atual professor de literatura. Ele estava lá apenas por um propósito e, acidentalmente, ela está presa nas garras de um amor proibido. O que os dois tinham não poderia se tornar algo público pela ética profissional do Sr. Ridley. No entanto, em algum momento do conturbado envolvimento de ambos, essa preocupação também deixou de existir.
Eles ansiavam atender aos seus mais enigmáticos sentimentos. Havia luxúria em seus atos e olhares. Quinn queria provar do gosto viciante do proibido, sem se dar conta de que James estava lá por um único motivo e não era atender aos seus desejos libidinosos, mas para desencadear toda a idealização de uma adolescente apaixonada. 
O estopim para a queda se aproxima e quando se deu conta, estava caindo.


Resenha: Big Rock por Lauren Blakely



Big Rock
Editora: Faro Editorial 
Páginas: 224
Nota: 4/5 
Ano: 2017  |  Skoob 

Sinopse: “A maioria dos homens não entendem as mulheres.”
Spencer Holiday sabe disso. E ele também sabe do que as mulheres gostam.
E não pense você que se trata só de mais um playboy conquistador. Tá, ok, ele é um playboy conquistador, mas ele não sacaneia as mulheres, apenas dá aquilo que elas querem, sem mentiras, sem criar falsas expectativas. “A vida é assim, sempre como uma troca, certo?”
Quer dizer, a vida ERA assim.Agora que seu pai está envolvido na venda multimilionária dos negócios da família, ele tem de mudar. Spencer precisa largar sua vida de playboy e mulherengo e parecer um empresário de sucesso, recatado, de boa família, sem um passado – ou um presente - comprometedor... pelo menos durante esse processo.
Tentando agradar o futuro comprador da rede de joalherias da família, o antiquado sr. Offerman, ele fala demais e acaba se envolvendo numa confusão. E agora a sua sócia terá que fingir ser sua noiva, até que esse contrato seja assinado. O problema é que ele nunca olhou para Charlotte dessa maneira – e talvez por isso eles sejam os melhores amigos e sócios. Nunca tinha olhado... até agora.